19 outubro 2011

Dos Vícios Comuns aos Desmandos Religiosos

As pessoas que ainda não estão curadas dos seus vícios comuns – promiscuidade e a ingestão de drogas – poderão, facilmente, substituí-los pelo vício religioso, porque este parece ser “bom”.

Para nos recuperarmos desse vício, precisamos nos afastar de um Deus de idolatria (aquele que está fora de nós).

Lembremo-nos de que Jesus nos ensinava que o Reino de Deus está dentro de cada um de nós.

O que estamos querendo dizer com isso? Que podemos usar a religião como se fosse uma espécie de droga. Nesse caso, empenhamo-nos em que todas as pessoas creiam da mesma maneira que nós cremos.

Santo Inácio, fundador da sociedade dos jesuítas, despedia os diretores espirituais que tentavam impor aos noviços o caminho para Deus.

Para mais informações leia:

LINN, Matthew, LINN, Sheila Fabricant e LINN, Dennis. Abuso Espiritual e Vício Religioso. Tradução de Milene Houseman. Campinas: Verus, 2000.

Nenhum comentário: