01 fevereiro 2017

Criogenização

CriogeniaDo grego kryos "gelo" e genos "origem". Estudo da geração de temperaturas muito baixas, mais próxima possível de zero absoluto. É um ramo da física que estuda os comportamentos da matéria a temperaturas extremamente baixas. Criogenização é um processo de congelamento dos corpos com temperaturas que chegam até -196º C. Criogenização humana é o congelamento de uma pessoa após ela ter a morte confirmada. 

Congelar é fácil. E descongelar? Ainda não se teve notícia de nenhum descongelamento. Não se sabe ao certo o que acontecerá. De acordo com o físico americano Robert Ettinger, considerado o grande divulgador da criogenia, "os próprios métodos usados para congelar uma pessoa causam danos às células que só poderiam ser reparados por tecnologias que ainda não existem”.

Segundo estudos científicos, o congelamento com embriões funcionam, mas não com adultos. Explicação: o congelamento não funciona com pessoas porque o líquido que compõe as células vira gelo, aumentando de tamanho e fazendo-as trincar. Com os embriões congelados, esse efeito é evitado com a aplicação de substâncias químicas que driblam a formação de cristais de gelo, impedindo que as paredes celulares se danifiquem. 

A criogenização, no âmbito do Espiritismo, não tem muita utilidade. Primeiramente, uma vez que o Espírito deixou o corpo, pela exaustão deste, só poderá retornar em um novo corpo. Em segundo lugar, a criogenização dá ênfase ao corpo, à matéria. Nós precisamos dar importância ao Espírito, que é o elemento imortal. 


Fonte de Consulta

http://mundoestranho.abril.com.br/ciencia/o-que-e-criogenia-humana/

Nenhum comentário: