26 junho 2014

Os Últimos Serão os Primeiros

Último. Que vem depois de todos; que vem depois do penúltimo. Extremo, derradeiro, final.  Moderníssimo, recentíssimo. PrimeiroQue inicia uma série ou ordem. Que precede os outros em relação ao tempo, ao lugar ou à categoria. Que é o mais importante, o mais distinto, o mais notável entre todos da mesma espécie, classe, raça, nacionalidade etc.

A frase "os últimos serão os primeiros" está inserida na Parábola dos Trabalhadores da Última Hora, também conhecida como Parábola dos Trabalhadores da Vinha ou Parábola do Empregador Generoso. “O reino dos céus é semelhante a um pai de família que saiu de madrugada a fim de aliciar trabalhadores para trabalhar em sua vinha, acertando um determinado valor por hora trabalhada. Saiu em várias horas do dia... Assim, os últimos serão os primeiros, e os primeiros serão os últimos, porque há muitos os chamados e poucos escolhidos”. (Mateus 20, 1 a 16) Deduz-se deste texto evangélico que qualquer trabalhador que aceitar o convite, não importa em que hora do dia, receberá uma recompensa igual.

Os trabalhadores da primeira hora são Moisés e os profetas. Os que seguiram os da primeira hora são os apóstolos, mártires, os Pais da Igreja, os filósofos. Todos os que estão reencarnados podem ser considerados os últimos, especialmente os espíritas, alicerçados pelo Consolador Prometido, o Espiritismo, que trouxe as bases para uma melhor compreensão da realidade e do convívio com o próximo, sem deixar de lado todos os ensinamentos divulgados anteriormente. 

A espera testa a medida da alma. Como nos portamos diante da espera por um trabalho? Estamos blasfemando contra Deus? Deleitamo-nos na preguiça? Apelamos aos vícios? Participamos de manifestações? Destruímos o patrimônio público? Tenhamos em mente que nada fica incólume diante das leis naturais: conforme a gravidade do desvio, haverá o sofrimento da correção. Por isso, sejamos resignados ante a vontade de Deus. Não deixemos que nada altere o nosso ânimo. Aproveitemos o tempo, dedicando-nos à leitura, ao estudo e à prática da caridade. 

Os espíritas são os últimos a serem chamados. Eles têm uma vantagem: trazem no seu bojo tudo o que os outros já construíram ao longo do tempo. Basta pesquisar os escritos desses pensadores para certificar-se da sabedoria de cada um deles. Nesse mister, faz-se necessário chamar a atenção dos primeiros filósofos, pois não separavam o pensar do viver, tal qual nos prega a Doutrina Espírita. Eles não queriam ostentar grandes conhecimentos, mas aliar a sabedoria à arte de viver.  

Entremos no Espiritismo, mas deixemos que ele entre em nós. Não nos enganemos, para sermos escolhidos temos muito trabalho a realizar. O Reino de Deus não vem com aparência externa. Há necessidade de estarmos usando a veste nupcial.   

Nenhum comentário: