16 janeiro 2019

Ciências e Espiritismo

Quem precisa de quem? É o Espiritismo que precisa da ciência ou a ciência que precisa do Espiritismo? O Espírito Emmanuel, na pergunta 1 de O Consolador, esclarece-nos que, embora a necessidade não seja absoluta, a ciência é sempre útil. Na realidade, a ciência é que tem necessidade do Espiritismo, cuja finalidade é a iluminação dos sentimentos morais das criaturas. Neste livro, psicografado por Francisco Cândido Xavier, Emmanuel faz uma análise das ciências fundamentais: a Química, a Física, a Biologia, a Psicologia e a Sociologia.

A Química e a Física, catalogadas como ciência material, estudam a ação íntima dos corpos, suas relações entre si e as suas propriedades. A Psicologia e a Sociologia, representando a tábua da conquista da ciência intelectual, examinam os sentimentos e os problemas sociais. A Biologia é ciência da vida em suas profundezas, revelando a transcendência da origem — o Espírito, o Verbo Divino.

Anotemos algumas das questões para reflexão e análise.

Existe uma lei de progresso para a individuação química (Pergunta 7)?

Como a lei de evolução é universal, as individuações químicas possuem igualmente a sua rota para as primeiras expressões anímicas. Posteriormente, a química biológica torna-se o novo ciclo vital.

Como entender o "nada se cria, nada se perde" dos químicos (Pergunta 11)?

O espírito humano não cria a vida, o fluido vital. No entanto, todas as substâncias se transformam na evolução para mais alto.

A substância é igual em todos os mundos? Como compreender a revelação dos espectroscópios (Pergunta 22)?

O que se encontra no todo, existe igualmente nas partes. Contudo, como a Terra é um planeta muito singelo, o espectroscópio carece de propriedades para revelar tudo o que existe em outros mundos.

Há órgãos no corpo espiritual (Pergunta 30)?

O corpo físico é uma exteriorização aproximada do corpo perispiritual, exteriorização essa que se subordina aos imperativos da matéria mais grosseira.

A fecundidade e a esterilidade são provas (Pergunta 40)?

No aspecto material, sim. A esterilidade não existe para o espírito que, na Terra, ou fora dela, pode ser fecundo em obras de beleza, de aperfeiçoamento e de redenção.

A psicologia freudiana representa um traço de aproximação entre a Psicologia e o Espiritismo (Pergunta 45)?

Os preconceitos científicos, por enquanto, impossibilitam a aproximação legítima da Psicologia oficial e do Espiritismo. Somente com o Espiritismo poderão compreender que a zona oculta (subconsciência) é o arquivo das conquistas pretéritas do espírito.

Tem o Espiritismo um papel especial junto da sociologia (Pergunta 59)?

Como as conquistas da civilização se subvertem no extremismos, o Evangelho do Cristo, segundo a codificação espírita, esclarece os valores legítimos das criaturas.

Extraído de: XAVIER, Francisco Cândido. O Consolador. Pelo Espírito Emmanuel. Rio de Janeiro: Feb, 1977.

Nenhum comentário: