04 janeiro 2021

Teoria das Manifestações Físicas

"Teoria das Manifestações Físicas" é o título do capítulo IV da Segunda Parte "Das Manifestações Espíritas" de O Livro dos Médiuns de Allan Kardec. Nessa segunda parte, Allan Kardec discorre sobre a ação dos Espíritos sobre a matéria, as mesas girantes, as manifestações visuais, o laboratório do mundo invisível, locais assombrados, bicorporeidade, transfiguração, psicografia etc.  

Os elementos necessários para a explicação da influência do Espírito sobre a matéria podem ser descritos: a natureza dos Espíritos, o perispírito e suas propriedades, o fluido universal, os médiuns... Nosso ponto de partida é o fluido universal que, em nosso mundo, encontra-se modificado para formar a matéria compacta que nos rodeia. A maior simplicidade está naquilo que chamamos de fluido magnético animal.

Algumas questões:

Como um Espírito pode mover um corpo sólido? Combinando uma porção do fluido universal com o fluido que desprende do médium apropriado a esses efeitos.

Qual o grau de evolução dos Espíritos que se prestam a esses fenômenos? Os Espíritos inferiores, pois possuem força física.

Qual o papel do médium nos fenômenos de efeitos físicos? O médium fornece o seu fluido que se combina com o fluido universal do Espírito.

Como o Espírito bate? Com um objeto material? Seu martelo é o fluido combinado que ele põe em ação pela sua vontade, para mover ou bater.

Como são produzidos os ruídos e os sons? Desde que age sobre a matéria, pode agir tanto sobre o ar como sobre a mesa. Quanto aos sons articulados, pode imitá-los como a todos os demais sons.

A ideia central dessa teoria: quando um objeto é movido, erguido ou atirado ao ar, o Espírito não o pegou, não o ergueu nem o atirou como nós o fazemos com as mãos. Ele saturou, por assim dizer, com o seu fluido, combinado com o do médium.

KARDEC, Allan. O Livro dos Médiuns, Capítulo 4 da Segunda Parte.

Nenhum comentário: