06 agosto 2009

Lei do Progresso

Progresso é o movimento ou marcha para frente. Para J. B. Bury, "A idéia de progresso é a síntese do passado e a profecia do futuro".

As etapas do progresso técnico podem ser resumidas da seguinte forma: Até 1700, o sistema produtivo, na Europa, era baseado no artesanato; entre 1700 e 1910, com a Revolução Industrial, na Inglaterra, passa a ser mecanizado; entre 1910 e 1973, com o sistema Ford, nos Estados Unidos, prevaleceu a produção em série; depois de 1973, surgiu o sistema Toyota, no Japão, caracterizando os inventários minimizados e o sistema de produção baseado no just in time.

O progresso é uma lei natural. Ele faz parte de uma das dez leis naturais, dispostas em O Livro dos Espíritos. Parte-se de um estado natural, que é a infância da Humanidade, para se chegar a um aprimoramento moral e intelectual. Enfatiza-se que o progresso moral e o progresso intelectual não caminham juntos. Na realidade, o progresso moral é a consequência do progresso intelectual, visto o progresso intelectual fornecer meios para o desenvolvimento do livre-arbítrio, o que aumenta a responsabilidade do homem pelos seus atos.

O ser humano não pode impedir a marcha do progresso. Os que tentam impedir o progresso agem como a pedra sob uma roda; retardam o seu andamento, mas acabam esmagados por ela. Quando, entretanto, um povo não caminha com a pressa desejável na evolução natural, Deus, através de suas leis, lhe suscita o progresso com um grande abalo físico ou moral.

A destruição do materialismo é a maior contribuição que Espiritismo pode oferecer ao progresso, pois esta é a chaga número um da sociedade.

Fonte de Consulta

KARDEC, A. O Livro dos Espíritos. São Paulo: FEESP, 1999 (perguntas 776 a 800).

Apresentação em PowerPoint

Mais textos em PowerPoint: http://www.sergiobiagigregorio.com.br/powerpoint/powerpoint.htm


Nenhum comentário: