13 novembro 2019

Número e Espiritismo

Todos sabemos o que é o número. Sua conceituação, porém, cria muitos embaraços, pois ele não é uma entidade física, mas abstrata. Neste sentido, Frege define o número como a classe de todas as classes que estão em correspondência com uma dada classe (portanto também entre si). Em se tratando da sua origem, ela pode ser encontrada nos entalhes na fíbula (osso da panturrilha) de um babuíno, cerca de 35 mil anos atrás. Para Georges Ifran, em sua História Universal dos Algarismos, os primeiros algarismos foram inventados para substituir as pedras por objetos.

Há algumas explicações fantasiosas sobre a origem dos números. Eis algumas delas: 1) os formatos dos algarismos representam tantos ângulos quanto o numeral deve indicar; 2) os formatos dos algarismos apresentam tantos segmentos quanto o numeral deve indicar; 3) os numerais eram representados por pontos que posteriormente teriam sido ligados dando origem aos nove sinais conhecidos.

Depois de inventadas as letras, houve o desejo de relacioná-las aos números, ou seja, poder-se-ia escrever números por meio delas. O domínio mágico, porém, preocupou-se mais com a soma dos valores das letras do que as letras em si. Exemplo: o número 26 tornou-se um número divino para os judeus. YAHWEH (Y + H + W + H = 10 + 5 + 6 + 5 = 26).

O número 666 refere-se à besta do Apocalipse. O Espírito Emmanuel, em A Caminho da Luz (capítulo 14, página 128), dá-nos a seguinte explicação: o número 666 pode ser encontrado em: “VICARIVS GENERALIS DEL IN TERRIS”, “VICARIVS FILII DEI” e "DVX CLERI" que significam "Vigário-Geral de Deus na Terra", "Vigário do Filho de Deus" e “Príncipe do Clero". Somando os algarismos romanos encontrados em cada título papal, obterá 666 em cada um deles.

O Espírito Emmanuel, na pergunta 142 de O Consolador, deixa claro que números, à semelhança do sábado para Cristo, foram feitos para os homens, porém, os homens não foram criados para os números. Diz, também, que a astrologia e cartomancia têm sua importância relativa, contudo o Evangelho solicita o nosso esforço pessoal para a resolução dos problemas atinentes à nossa evolução espiritual, e caso tenhamos nascido num dia aziago, isso deve ser motivo para nos aplicarmos ainda mais, com mais determinação.

Nenhum comentário: